Grêmio de Todos | Fora Brum! Fora Vivian! Guerra, cadê a profissionalização prometida na campanha?
16786
post-template-default,single,single-post,postid-16786,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,columns-4,qode-theme-ver-16.8,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Fora Brum! Fora Vivian! Guerra, cadê a profissionalização prometida na campanha?

Fora Brum! Fora Vivian! Guerra, cadê a profissionalização prometida na campanha?

Nas eleições presidenciais do GRÊMIO, em 2022, Alberto Guerra, então candidato, prometeu que o Clube passaria por um profundo processo de profissionalização, especialmente no Departamento de Futebol por se tratar do nosso “core business” (expressão inglesa, que significa “negócio principal”, muito utilizada pelo candidato à época).

Na época, Guerra prometeu um novo organograma no Departamento de Futebol com a chegada de um CSO (“Chief Sport Officer”), de um Gerente de Futebol e do Coordenador Técnico, além do Diretor de Futebol, do Vice-Presidente de Futebol e do Executivo de Futebol, que seria alguém com vasta experiência e renome no mercado da bola.

Contudo, desde o começo da gestão, a Direção (Conselho de Administração) liderada por Guerra, não tem cumprido a profissionalização prometida na campanha. A opção por abnegados, que são amigos pessoais, e por um executivo que, infelizmente, por mais esforçado que talvez seja, não tem experiência de mercado, tem sido a tônica da atual gestão, ocasionando problemas na montagem do elenco e na péssima atuação nas janelas de transferência. Não se nega a importância dos abnegados na história gloriosa do Imortal Tricolor, tampouco se ignora que Brum (abnegado) e Vivian (remunerado) queiram o melhor para o GRÊMIO, porém, eles não deram certo e os tempos são outros. É preciso, portanto, ter um choque de gestão profissional no Clube imediatamente!

 

 

Fato é que, sem profissionalização real, com pessoas capacitadas e qualificadas, a serem empregadas no Clube por mérito e desempenho reconhecido (experiência) em suas funções, e não por mera confraria de amigos e aliados políticos, ficará difícil tirar o GRÊMIO desta situação. E não se fala aqui apenas de sair da zona de rebaixamento, mas, sim, de retomar os tempos de glórias.

De qualquer modo, mesmo sabendo que a Direção seguirá sem cumprir a profissionalização prometida em campanha eleitoral, e diante da situação emergencial do GRÊMIO estar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Movimento Grêmio de Todos, com apoio dos sócios signatários deste abaixo-assinado virtual, defende urgentemente o seguinte:

(1) Demissões de Antônio Brum (Vice-Presidente de Futebol) e de Luís Vagner Vivian (Executivo de Futebol);
(2) Contratação de um executivo com experiência e renome no mercado da bola;
(3) Definição do novo Vice-Presidente de Futebol ou criação emergencial de uma Comissão Especial de Futebol;
(4) Qualificação do elenco com contratações assertivas de jogadores, especialmente nas posições de notória carência do grupo;
(5) Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo para tratar somente da situação do Futebol do GRÊMIO.

Porto Alegre, 24 de junho de 2024.
Coordenação Ampliada do Movimento Grêmio de Todos

0 Comentários

Deixe um comentário

×

Olá! Bem-vindo ao WhatsApp do MGdeT.

×

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas e mensurar a audiência do website. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close